Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.


Fernando Pessoa

Comentários

  1. Perfeito!
    Deixamos de realizar muito pensando no que passou.
    Quando algumas roupas não servem mais, é hora de notarmos a mudança que houve em nós.
    Parabéns pelo blog, profº.
    Beijao!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pela participação!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Parábola Hindu – Os Cegos e o Elefante

O Caderno - Letra da Música do Padre Fábio de Melo

O prego e o Martelo