as As diferenças de gastos da geração X com a geração Y



Lendo um artigo de uma amigo meu, fiquei aqui pensando, como professor universitário percebo que não ensinamos os nossos alunos como investir e construir sonhos!!


Um livro que me ajudou muito foi Pai Pobre, Pai rico do americano robert Kiyosaki, uma boa dica de leitura sobre o mundo das finanças, o livro mudou o meu comportamento e maneira como eu via muitas coisas no mercado financeiro, desde então gosto de ler tudo sobre finanças e investimentos.



Segue uma materia que foi divulgada no Jornal da Globo em 17/01/2013 "As diferenças de gastos da geração X com a geração Y"


Pesquisa revela diferença entre gerações no uso do crédito.

Fatores históricos influenciam maneira como gastamos.

Responsável pela pesquisa diz que a geração Y é a mais consumista.

A mãe se preocupa com a estabilidade financeira. “Medo de não ter no mês seguinte. O que sobra, parte dele eu guardo também”, diz a empresária Magda Gomes. O filho vive o presente. “Gasto em baladas, restaurantes. A vida é uma só, eu aproveito o máximo”, afirma o auxiliar comercial João Gomes Falcão.


Os tempos de inflação e a dificuldade de acessar o crédito fazem parte da história de Magda, que tem hoje uma relação bastante madura com as finanças. João pertence à geração que cresceu com computador em casa.

Os fatores históricos influenciam a nossa formação, os nossos valores e a maneira como consumimos. A chamada geração Y, jovens que têm hoje até 35 anos, chegou à idade de consumo com a economia estabilizada e com o crédito em expansão, e isso ajuda a explicar a forma como eles lidam com dinheiro.

Pesquisa inédita feita pela Serasa Experian fez um raio-X de como as gerações usam dinheiro para consumir. Todas buscam crédito em bancos e financeiras, mas a geração Y também recorre bastante aos financiamentos das lojas.

A geração X não paga seus gastos à vista e têm alguma preocupação em acumular patrimônio. Já os baby boomers gastam com imóveis e carros, preocupados com a aposentadoria.

O responsável pela pesquisa diz ainda que a geração Y é a mais consumista. “Ainda que sejam jovens de 30 anos, a prioridade é a tecnologia, e não efetivamente aquela forma antiga de viver, fazer patrimônio, comprar carro, preparar patrimônio para deixar para os filhos”, diz Carlos Henrique de Almeida, economista da Serasa Experian.

A telefonia é um dos maiores gastos dessa geração. A relações públicas Marcela Amorim chegou a pagar mais de R$ 800 na conta de telefone. Comprou um aparelho mais caro e se beneficiou da tecnologia para reduzir os gastos. “Hoje eu uso muito a internet, antes eu não tinha essa facilidade. Para me comunicar, não preciso fazer ligação. Além das mensagens instantâneas, dá para usar redes sociais, mandar e-mail e fazer tudo pelo telefone”, afirma

Fonte: http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2013/01/pesquisa-revela-diferenca-entre-geracoes-no-uso-do-credito.html


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A lenda dos Dez Pergaminhos

Parábola Hindu – Os Cegos e o Elefante

O prego e o Martelo