10 coisas que grandes oradores nunca dizem em palestras

Planejamento é a chave para não criar momentos desconfortáveis e manter a atenção da plateia


Como agem os grandes oradores para serem realmente ouvidos?
É muito mais fácil perder a atenção de uma audiência em poucos minutos do que ganhá-la. Como os grandes oradores agem, então, para serem realmente ouvidos? Boris Veldhuijzen van Zanten, empreendedor e fundador do Twitter Counter e do The Next Web, compartilhou no site Inc dez frases que nunca devem ser ditas nos primeiros momentos de uma apresentação, se você quer manter a atenção de seus ouvintes.
1. “Estou cansado/ de ressaca/ confuso pelo fuso-horário”
Uma em cinco palestras começam com alguma desculpa: “eles só me convidaram ontem” ou “estou cansado da viagem”. A audiência não quer saber disso, mas deseja que você dê o seu melhor. Se você não pode se esforçar para isso, não aceite dar a palestra. Mas se estiver disposto, deixe de lado o cansaço, vá lá e arrase!
2. “Vocês podem me ouvir? Sim, podem!”
Começar uma palestra dando tapinhas para testar o microfone e perguntar à plateia se está sendo ouvido é comum, mas sempre estranho. Não é responsabilidade do palestrante checar o áudio, há pessoas para fazê-lo (e se não houverem, teste o volume com antecedência). Se você começar a falar e sentir que o microfone não está funcionando, mantenha a calma, e discretamente peça para que o problema seja resolvido. Não é necessário gritar do palco ou parecer desconfortável. Fique calmo e espere a solução, se for o caso.
3. “Não consigo ver vocês porque as luzes estão muito fortes”
Sim, no palco as luzes são fortes, quentes e é difícil enxergar as pessoas, mas elas não precisam saber disso. Olhe para a audiência (mesmo sem distinguir a plateia) e sorria frequentemente. Se quiser interagir melhor, não tenha medo de descer do palco e se aproximar das pessoas. Ao invés de cobrir os olhos para enxergá-las, converse com o responsáveis pela iluminação, antes da palestra, pra que eles acendam as luzes do local se você quiser fazer perguntas ou contar mãos levantadas e coisas do tipo. Planejamento é a chave para não criar momentos desconfortáveis.
4. “Voltarei a falar disso depois”
Se a plateia se mostrar interessada e quiser interagir, não se prenda aos slides e à ordem em que você abordará os assuntos. Se alguém levantar a mão e fizer uma pergunta, por exemplo, responda naquele momento, mesmo que você fosse falar do assunto depois. Elogie quem fizer isso e incentive o resto da audiência a fazer o mesmo. Não perca a chance de explorar pessoas dispostas a aprender! Não deixe nada para depois.
5. “Vocês conseguem ler isto?”
Para não correr o risco de fazer a plateia apertar os olhos, use a regra comum: saiba qual será a média de idade do público a quem você vai se dirigir e dobre este valor para estabelecer o tamanho da fonte dos slides. Por exemplo, se a média será de 40 anos de idade, use uma fonte tamanho 80 pontos. Mesmo que em cada slide caiba pouco conteúdo, será melhor, pois a apresentação ficará mais dinâmica.
6. “Deixe-me ler isso para vocês”
Nunca, nunca, nunca coloque tanto texto em um slide que as pessoas tenham que gastar tempo lendo aquilo. Esta é a “melhor” maneira de fazer a audiência se dispersar. O raciocínio é simples: se as pessoas tiverem que ler algo, elas vão ter que parar de ouvir o que você está dizendo. Por isso, faça slides curtos, com palavras-chave, as quais você desenvolverá, sem ler. Se quiser levar uma frase à audiência, decore e recite. Se for realmente necessário ter a frase no slide, avise que todos devem ler e dê cerca de 10 segundos de silêncio para este fim. Seja como for, não leia slides!
7. “Desligue seu celular/laptop/tablet”
Houve um tempo em que você poderia pedir isso da audiência. Não mais. Hoje em dias as pessoas tuítam suas frases e fazem anotações em seus tablets e smartphones. Ou, jogam paciência e navegam pelo Facebook. Você pode pedir que todos os aparelhos sejam colocados no silencioso, mas só isso. Será sua responsabilidade fazer uma apresentação tão incrível e interessante que as pessoas queiram dedicar total atenção a ela. Pedir atenção não funciona, é preciso ganhá-la.
8. “Você não precisa anotar nada ou tirar fotos; a apresentação estará disponível online depois”
É uma boa opção disponibilizar o material da palestra para os ouvintes, mas não os restrinja. Algumas pessoas gostam de escrever para memorizar o que ouviram ou são inspiradas de tal forma que precisam registrar as ideias que estão tendo através da palestra. Portanto, deixe os ouvintes livres para utilizar os recursos que melhor complementam suas necessidades.
9. “Deixe-me responder essa questão”
É importante responder perguntas imediatamente, como já dissemos, mas quando alguém faz uma pergunta, muitas vezes as outras pessoas não ouviram. Antes de entrar na resposta, então, repita a pergunta para toda a plateia. Além de manter todos interessados, este hábito dá a você um pouco mais de tempo para desenvolver a resposta.
10. “Serei rápido”
Esta é uma promessa que ninguém cumpre, mas inicia muitas palestras. É importante lembrar, porém, que a duração da apresentação não é o mais importante para a plateia, afinal eles já investiram aquele tempo, e querem ser inspirados e aprender com o que você tem a dizer. Escolha começar com uma frase mais impactante ao invés de uma promessa que você quebrará.
Dica bônus: “Meu tempo acabou? Mas eu ainda tenho 23 slides!”
Se você veio despreparado e precisa de mais tempo do que está disponível, então você fez besteira. É necessário praticar a apresentação e adaptá-la ao tempo que você recebe. Se possível, e melhor ainda, é terminar cinco minutos antes e abrir para perguntas. Conclusão: venha preparado, seja você mesmo e mantenha o profissionalismo. A plateia vai gostar de você por ser claro, objetivo, sério e não desperdiçar seu tempo.
Fonte:http://www.administradores.com.br/noticias/carreira/10-coisas-que-grandes-oradores-nunca-dizem-em-palestras/84824/

Comentários

  1. Prof. Paulo Barreto!

    A pouco tempo eu li:

    "Ame o proximo, a preocupação verdadeira com o proximo, os cuidados com os outros, a serenidade, a retidão de carater age desta maneira e o caminho se abrirá."
    "A força da vitória existe no coração. E não há vitórias sem generosidade."
    'Uma existencia facil enfraquece o espirito. Sempre um novo desafio é necessário para permanecer com o espirito vivo e conquistador. A frescura da novidade. O atrativo do desconhecido.
    Enfeita toda uma existência.'

    Parabéns prof. È assim que o vejo, e é esta força que o Sr. nos passa para fazermos sempre o melhor.
    Obrigada por mais esta oportunidade.


    Vanessa (Anhanguera)

    ResponderExcluir
  2. Grande Mestre,

    Agradeço pela oportunidade de conhecer um professor tão humilde e inteligente.
    Confesso que fiquei um pouco apreenciva no começo, mas depois me senti melhor.
    Gostei de tudo e admiro sua simplicidade, humildade, carinho com todos os alunos.
    Acredito que podemos ser a equipe de seus sonhos, precisamos nos esforçar, ter bom ânimo e colocar um temperinho especial "amor" em nossas tarefas e relacionamentos.
    Vejo em suas palavras e atitudes um homem justo, cheio de motivação e sabedoria de Deus.
    Como me disse um dia logo que cheguei no Souza: "Não sei se foi você que caiu do céu no Souza ou o Souza que caiu do céu na sua vida".
    E acredito que: "Todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus"!!!
    "Tudo podemos em Deus que nos fortalece".
    "O Senhor é nosso pastor e nada nos faltará".
    "Se Deus é por nós,quem será contra nós".

    Obrigada professor!

    Karen (UNIP)

    ResponderExcluir
  3. "Deus não escolhe os capacitados e sim capacita os escolhidos. Capacitou você para me escolher como o seu baterista por alguns minutos e me deu este aprendizado ouvindo sua palestra que é simplesmente uma lição de vida. Admirei a sua humildade, o poder de suas palavras e a sua determinação. Obrigado por fazer parte de minha vida!" – Jaqueline Rocha

    ResponderExcluir
  4. Olá obrigado a todos pelo carinho.
    Tudo o que fazemos pensando em ajudar ao próximo, pela própria lei da natureza, nos é devolvido em dobro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pela participação!!!

Postagens mais visitadas deste blog

A lenda dos Dez Pergaminhos

Parábola Hindu – Os Cegos e o Elefante

O prego e o Martelo