Seja um espelho para sua equipe


Muito se tem falado sobre liderança nas organizações do século 21. Há vários tipos de liderança no cenário corporativo, na política e no mundo. Mas o verdadeiro líder é aquele que possui habilidade de lidar com as pessoas com prazer, respeito e amor.

Com o avanço da globalização, todos os líderes precisam aprender o verdadeiro sentido de “servir”, a fim de desempenhar seu papel com sucesso, pois as profundas mudanças no cenário global (tecnológicas, demográficas, governamentais e econômicas) tornaram obsoleta a figura daquele chefe arrogante, o “sabe-tudo”. Por outro lado, novos elementos estão cada vez mais ocupando posição de destaque para o sucesso das organizações: colaboradores, fornecedores, equipe de trabalho e o líder.

Com o crescimento das empresas no cenário global, o líder de hoje tem que enfrentar as crises com muita determinação e persistência; é preciso arregaçar as mangas e fazer valer seu potencial de trabalho em equipe. Nestes tempos, não há lugar para desânimo, mas sim para pessoas motivadas e com uma visão mais holística do mercado e proativas.

O verdadeiro líder está a serviço dos resultados da sua equipe e funciona para ela como um espelho. Por isso, ele deverá dar bons exemplos porque os liderados serão seu próprio reflexo. Espera-se de um líder princípios elementares como ética, humildade, empatia, coragem, persistência, integridade.

Princípios que muitas vezes parecem perdidos. O país vive hoje uma das piores crises políticas de que se tem notícia. Não cabe aqui altercar este assunto. O que importa para nós, administradores, é saber que todas as crises devem ser encaradas sem medo. Podemos fazer algo melhor para o nosso país, agindo e participando de uma discussão sociopolítica; contribuindo com a sociedade.

Tenho várias histórias de líderes; se fosse citá-las, levaria um bom tempo. Desde meu ingresso na faculdade de Administração, venho estudando os estilos de liderança, porque acredito no verdadeiro espírito de um líder e na sua capacidade de fazer e de realizar.

Um bom exemplo a ser citado é estilo do líder-servidor, que estimula as pessoas a perseverarem em seus sonhos, que sabe ouvir, é leal e transparente, acredita no valor humano, estuda constantemente fórmulas para agregar valor à sua organização, ao seu grupo e a todos que buscam colaborar.

Uma qualidade de um líder servidor é a sensibilidade e a capacidade de trabalhar em equipe. O líder motivado sempre tem objetivos claros e definidos para alcançar seus objetivos e metas dentro e fora da organização. O líder de sucesso deve possuir a capacidade de colocar-se no lugar dos outros (empatia), saber trabalhar com gente em situação complexa e não apenas administrar recursos, atribuição básica dos gerentes operacionais.

É positivo que um líder tenha bom humor. Ninguém é infalível; portanto, para sobreviver nestes tempos difíceis, é bom saber rir de si mesmo e das situações difíceis. O bom humor é a melhor arma para evitar que sua equipe enlouqueça neste mercado tão competitivo e estressante.

Nunca é tarde para fazer algumas coisas. O dia tem 24 horas para todos. As oportunidades estão espalhadas pelos quatro cantos, basta ficar atento e antenado com o mercado. Estude, cante, grite, fale, se emocione, chore, deixe a criança que existe em você viver sem medo de ser feliz e seja um verdadeiro Líder-Servidor.

Prof. Paulo Barreto dos Santos é analista da Divisão de Compras da Prodesp, pós-graduado em Gestão Estratégica de Negócios, MBA em Negociação (INPG), Professor Universitário e palestrante motivacional.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A lenda dos Dez Pergaminhos

Parábola Hindu – Os Cegos e o Elefante

O prego e o Martelo