Utilização dos 3 Es: Eficiência; Eficácia e Efetividade,

Olá,

Ontem reencontrei os meus alunos de 3º/4º de Administração e Ciências Contábeis da Anhanguera de Itapecerica da Serra, ao entrar na sala, foi supreendindo pelos meus alunos, professor qual a diferença de "eficiente" e "eficaz"!!!!

Respondi
- Um é rezar o outro é chegar no Céu!!! Tudo que se faz se destina a alcançar um objetivo ou resultado. Aquilo que é feito está relacionado com a eficiência (a Ação) e aquilo que é alcançado refere à eficácia (o Resultado).

Não basta ser eficiente; é preciso se eficaz. Só se é eficaz, todavia sendo eficiente.

Numa visão mais ampla, segundo Peter Drucker eficência consiste em fazer certos as coisas; eficácia, em fazer as coisas certas.

De acordo com alguns autores de livros sobre administração, economia e comunicação, a eficiência consiste em fazer alguma coisa da maneira certa. Ter um dever ou obrigação e fazê-lo da forma correta. Uma pessoa eficiente é uma pessoa que, diante de uma determinada circunstância, é capaz de exercer aquilo que lhe é proposto.


Já a eficácia diz respeito a coisa certa a ser feita. A eficácia está relacionada ao processo de escolha, de tomada de decisão. Enquanto a eficiência está ligada em como as coisas devem ser feitas, a eficácia refere-se ao resultado deste processo. Segundo Dr. Eduardo Marostica, professor da Fundação Getúlio Vargas e do INPG, “Fazer a coisa certa de forma certa é a melhor definição de trabalho eficiente e eficaz”. Uma pessoa eficaz é aquela que não só faz algo da maneira certa, mas se preocupa com os resultados, independente do esforço e tempo que isso pode levar.

Depois de entender o significado e a relação existente entre eficiência e eficácia, fica mais fácil falar sobre efetividade, o que não quer dizer que seja um conceito simples. Entre eficiência, eficácia e efetividade, o último dos três termos é o mais complexo. Enquanto a eficiência consiste na condição e aptidão para a realização de uma tarefa, a eficácia em alcançar os objetivos, a efetividade é a satisfação, o sucesso na prática do que é feito. Simplificando, ser efetivo é realizar aquilo que foi feito (eficiência) da maneira certa (eficácia).


Parece um pouco complicado, mas o desenrolar destas palavras, principalmente nas ações profissionais, são mais aplicadas do que se imagina.

Referências:

DRUCKER, Peter. The effective executive. HarperCollins Publishers, 1993.
CHIAVENATO, Idalberto. Administração : Teoria, Processo e Prática. 4ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007. (PLT)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A lenda dos Dez Pergaminhos

Parábola Hindu – Os Cegos e o Elefante

O prego e o Martelo